31.07.2018

Seus passageiros vão parar de viajar com você. A não ser que...

Seus passageiros vão parar de viajar com você. A não ser que... você entenda que conquistar novos e manter antigos passageiros devem ser tarefas diárias...

Seus passageiros vão parar de viajar com você. A não ser que...

Seus passageiros vão parar de viajar com você. A não ser que...

A não ser que você entenda que conquistar novos e manter antigos passageiros devem ser tarefas diárias, e também aprimoradas constantemente.

Ao longo dos últimos anos, a maneira como a população brasileira lidou com os meios de transporte mudou bastante. Você acompanhou essas mudanças?

  • Muito mais pessoas passaram a viajar de avião, aumentando a concorrência no setor de transporte de passageiros em geral;
  • Incentivos fiscais permitiram que mais pessoas comprassem o próprio carro, que também pode ser usado para viajar;
  • O crescimento do setor de aluguel de automóveis também foi um dos destaques dos últimos anos;
  • A tecnologia, sobretudo a internet, tem permitido que as pessoas não mais precisem viajar para estarem presentes em determinadas ocasiões.

A tecnologia é a principal aliada da sua empresa, em prol de fazê-la se destacar diante de um mercado concorrido e em rápida transformação. E quanto antes você perceber esse movimento, melhor!

 

Internet das coisas: a revolução tecnológica em prol do transporte rodoviário

Você já ouviu falar no conceito chamado Internet das Coisas? Se não, a gente te explica.

Internet das coisas:

O que é?

Esse conceito se refere à conexão de objetos da vida real à rede mundial de computadores (internet), mudando a forma como as pessoas interagem com itens ou serviços do dia a dia.

 

O que traz?

Permite que pessoas possam controlar ferramentas, aplicativos e objetos através do próprio celular, tablete ou computador. No caso de uma empresa, isso ajuda tanto os clientes quanto a própria organização.

 

Um exemplo:

Já pensou se uma empresa de transporte rodoviário pudesse oferecer a seus passageiros a possibilidade de eles conectarem seus smartphones num programa para que pudessem assistir séries de TV durante a viagem? Já pensou se tal programa pudesse coletar informações desses passageiros, podendo ser usadas estrategicamente para aumentar a satisfação desse mesmo público?

 

O passageiro está conectado: antes, durante e depois da viagem

O professor Willy Gonzales Taco, coordenador do Centro Interdisciplinar de Estudos em Transportes (Ceftru), da Universidade de Brasília (UnB), enfatiza que o perfil dos passageiros vem mudando nos últimos tempos, e, que tal mudança tem a ver com a tecnologia, e que também é irreversível.

Para o estudioso da UnB, a tecnologia será cada vez mais usada para suprir necessidades típicas de um passageiro, antes, durante e depois de uma viagem.

Antes: O usuário poderá planejar melhor suas viagens através de aplicativos, consultando preços, serviços exclusivos, promoções e datas disponíveis.

Durante: Mais do que ir e vir, esse novo usuário procura também por experiência. Sendo assim, é importante que as horas de duração de uma viagem de ônibus possam ser supridas com opções de entretenimento de qualidade. E será a tecnologia a responsável por fazer com que o passageiro possa desfrutar de uma outra viagem durante a viagem.

Depois: O novo perfil de passageiro quer experiência e depois opinar sobre o que acabou de consumir. Portanto, é importante que as empresas disponibilizem, em aplicativos ou no site, uma opção para que as pessoas possam avaliar o serviço. Para a empresa isso também é bom, ela poderá colher o feedback do público.

 

Mobilidade inteligente e entretenimento de qualidade

A qualidade da experiência da viagem será um fator determinante para que seu passageiro volte em outras ocasiões.

Muitas empresas estão investindo em ferramentas que possam levar entretenimento para o usuário de ônibus. No entanto, o grande diferencial desse serviço será o de ser capaz de oferecer conteúdo de qualidade para quem assiste, e retorno financeiro para quem investe.

Enfim, indo direto ao ponto: é importante agradar esse novo passageiro sedento por uma experiência incrível, mas desde que a opção para isso ofereça um excelente custo-benefício.

 

Dicas para investir na tecnologia correta

  • Opte por um serviço que traga em seus recursos todas as opções de conteúdos que os clientes querem ter acesso: filmes, séries (temporadas completas), curtas-metragens, infantis, shows e etc;
  • Para não ter que contratar vários serviços de uma vez só, prefira um que ofereça a possibilidade de reunir recursos de rastreamento, telemetria e wi-fi num mesmo contrato;
  • Que tal usar esse investimento para vender espaços de propaganda dentro dos ônibus e usar essa ferramenta para fazer crescer ainda mais a sua receita? Na hora de contratar, verifique se isso também é possível.

Enfim, na hora de contratar uma tecnologia de conteúdo para sua frota, verifique as vantagens que ela oferece.

Em seguida, compare todas elas com o valor do investimento.

Depois, ajuste tudo isso dentro do seu planejamento e pronto: ofereça para seu passageiro a melhor viagem que ele poderia ter.

Afinal, ele escolhe a ida, e você, quantas vezes ele volta.